AÇÕES DE MANUTENÇÃO NA BARRA

AÇÕES DE MANUTENÇÃO NA BARRA

Tendo em vista a situação das ruas desprovidas de calçamento da Barra do Ribeira/Jureia, a Prefeitura iniciou em abril último uma operação de reabilitação das mesmas, buscando aliviar o quanto possível as conhecidas dificuldades que apresentam para moradores e visitantes, dadas as particularidades físicas do local.

Com efeito, o centro urbano da Barra do Ribeira encontra-se em local extremamente baixo relativamente ao nível do mar e/ou rio. Essa conformação dificulta e por muitas vezes impossibilita a execução de redes de drenagem pluvial, que necessitam de declividade para funcionar. Por conta, a drenagem do local é obrigatoriamente superficial, através de sarjetas, valas ou valetas. Também por consequência da pouca elevação tem-se um lençol freático alto e aflorante que nas suas variações gera esforços no solo, acelerando o processo natural de degradação das ruas. As ruas a rigor não podem ser asfaltadas pois o impacto seria grande no aumento das vazões superficiais, que já não podem ser suportadas pela região.

Em meio a tantas dificuldades, a Prefeitura opera na busca de reabrir, reabilitar e reconformar ruas. Os serviços são de aterro, quando necessário, e corte também, nos casos onde os aterros executados no passado elevaram as vias acima do nível das casas. Neste processo, todas as ruas têm a vegetação lateral retirada (aquela grama que impede o escoamento e vira banhado) e recebem abaulamento, a fim de facilitar o escoamento nos dias de chuva, evitando os empoçamentos, principal causa das patologias nas vias.

Algumas ruas que não recebem grande tráfego de veículos e têm suas camadas vegetais firmes não foram mexidas, dado que, ao serem retiradas, cria-se a necessidade de manutenção permanente, ademais das solicitações sensatas dos próprios moradores para que não se remova a vegetação.

Até 07/05 foram treze dias de serviço de máquinas (retroescavadeira, caminhão truck e motoniveladora/patrol) e carreadas para o bairro 150 toneladas de capa de mina, além de outras 150 toneladas previstas e que serão levadas e aplicadas até o fim desta semana, na dependência do tempo.

As ruas, avenidas e alamedas que receberam intervenção parcial ou total até o momento foram: Voluntários da Pátria; Patriarca José Bonifácio; Conselheira Furtado; Combatentes; Jureia; Papa João XXIII; Anita Garibaldi; Dom Pedro II; Belmiro Chagas; Avenida M; Eliza Fabiana; Nossa Senhora de Guadalupe; Dona Santa Furtado; Guarujá; Avenida C; Alameda dos Caetés; Alameda Peruíbe; Alameda dos Carajás; e Alameda Ubatuba.

(*) Eng. Guilherme Colombo / Departamento de Obras da Prefeitura de Iguape

Fonte: Prefeitura Municipal de Iguape